quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

dez de dezembro

"Eu não vou chorar
Você não vai chorar
Você pode entender
Que eu não vou mais te ver
Por enquanto
Sorria e saiba o que eu sei
Eu te amo"

Nando Reis - Dessa vez

há 26 anos, nascia ele. diz que quase nasceu na estrada. um sufoco.

ele ia pra escola fantasiado de super-herói. cresceu aprendendo coisas lindas com o pai. talvez ele também goste de fantasias que nem eu. talvez a gente se pareça nisso.
vi suas fotos de infância em um álbum de família, certa vez na sua casa. me apaixonei um pouco mais. era ele, todinho, como eu gostava tanto. queria lhe chamar de meu menino pra sempre. meu menino maluquinho.

hoje é aquilo que eu não sei explicar. ele tá aqui dentro, bem no fundo.
as coisas mudam com o tempo e eu sei que nada é mais como foi um dia. um dia que foi tão bom pra nós dois...
mas ele ainda me surpreende. ele aparece de cada jeito que me deixa brava, às vezes.
já mandei ele ir embora muitas vezes.
mas ele volta. ou nunca vai.

e o problema...
é que se ele sai, a porta permanece aberta.

eu queria dar de presente pra ele uma caixa de sonhos. colocar cada um deles, com carinho e cuidado numa caixa bem linda e entregar em mãos, com meu melhor sorriso. todos os sonhos dele, que eu desejo tanto que se realizem, só pra ver ele cada vez mais feliz.

feliz aniversário, Sr. P.
um beijo!

2 comentários:

Pablo disse...

Tô sem palavras!!!! Mais tem vezes em que é melhor assim!!!

Garota Karioka disse...

Vim retribuir a visita e fiquei encantada com sua página.
Linda, delicada e muito real.
Parabéns!
Vou seguindo!